Jaraguá do Sul flexibiliza regras, mas segue portarias definidas pelo Estado

Dúvidas Comuns, Orientações, Prevenção, Protocolos nas Empresas

Como resposta à análise do controle da pandemia e à queda na curva de contágio, o Comitê de Combate ao Coronavírus de Jaraguá do Sul anunciou a flexibilização de algumas atividades econômicas e adaptou outras regras conforme as portarias editadas pelo governo do Estado. Entre as principais mudanças está a permissão para apresentações de música ao vivo, de dupla ou individual.

Em novo decreto (14.208/2020), a Prefeitura de Jaraguá do Sul também estendeu o horário de funcionamento de restaurantes, bares e lanchonetes, permitindo que estes estabelecimentos sigam abertos até as 23h. Essa era uma reivindicação do setor e que agora pode ser atendida levando em consideração os dados registrados no município nas últimas cinco semanas. As novas regras passam a valer já nesta sexta-feira.

“Nosso município tem os melhores indicadores do Estado. Estamos cumprindo com nossa missão adotando ações estrategicamente pensadas desde o início da crise. Também tivemos nesta semana a abertura da estrutura de atendimento a pacientes com suspeita de coronavírus dentro do Hospital São José. Isso tudo nos dá a tranquilidade para avançarmos um pouco mais na nossa “nova normalidade”. Cabe ressaltar, porém, que os cuidados individuais seguem sendo necessários para a proteção coletiva”, avalia a presidente do Comitê, Emanuela Wolff.

Até o dia 28 de setembro, permanecem suspensos cinemas, museus, teatros, casas noturnas, parques temáticos e circos.

Atividades esportivas recreativas, como jogos de futebol, permanecem proibidas por determinação do governo do Estado de Santa Catarina, que incluiu Jaraguá do Sul em uma região composta por 19 outras cidades, como Joinville, e com isso o município ainda está classificado como em estado gravíssimo.

O Comitê aguarda uma posição do Estado sobre possível nova análise da situação até porque Jaraguá do Sul tem o mais baixo índice de letalidade entre as 13 maiores cidades de Santa Catarina e também a mais baixa curva de contágio de coronavírus.

A fiscalização das regras é de responsabilidade das equipes de Vigilância Sanitária, de Fiscalização de Posturas e das equipes de Segurança Pública.

[Fonte: Governo do Estado]