Comitê Covid-19 faz apelo para que comunidade utilize máscaras e redobre os esforços de proteção

Prevenção

O anúncio feito pelo Governo do Estado neste domingo (12), para a retomada de funcionamento de atividades como o comércio de rua, restaurantes que fornecem refeições para a retirada no local, hotéis e pousadas, a partir desta segunda-feira, dia 13, além de setores que já haviam obtido autorização para voltarem a atender ao público, vai exigir maiores cuidados de toda a comunidade.

O comportamento das pessoas que atuam nestes setores da economia e da atitude de prevenção da população deve pautar as próximas medidas anunciadas pelas autoridades no enfrentamento do novo Coronavírus em Santa Catarina, com reflexos a todos os municípios, quanto a novas flexibilizações no regramento de atividades como no aumento do rigor.

Com base na expectativa de que as pessoas atendam às determinações do Decreto Estadual que impôs o período de quarentena e medidas restritivas em diversos setores de atividades, de isolamento e distanciamento no convívio social, como medida preventiva à disseminação desenfreada do Covid-19, a flexibilização gradativa das ações adotadas reforça a orientação para que toda a sociedade redobre os cuidados.

Neste sentido, o Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde do Covid-19, instituído pela Prefeitura de Jaraguá do Sul com a participação de diversas entidades representativas da sociedade, reforçou o apelo para que a comunidade se junte ao esforço de enfrentamento da pandemia no município.

Em vídeo divulgado neste domingo, a presidente do Comitê, Emanuela Wolf, destacou as várias ações que têm sido realizadas desde a formação do grupo de trabalho, e assinalou que graças a esta mobilização “o município vem conseguindo fazer o controle eficiente do Covid-19”.

“Podemos vencer esta batalha se cada um fizer a sua parte”, ressaltou ao falar da nova etapa a ser iniciada com a liberação de atividades como a autorização de abertura do comércio de rua, anunciada pelo governador Carlos Moisés para esta segunda-feira, 13. “A flexibilização das atividades econômicas foi uma demanda apresentada desde o início pelo comitê. Porém, o retorno gradual das atividades aumenta ainda mais a responsabilidade de cada indivíduo nesta batalha contra um inimigo poderoso e invisível”, sustenta.

No vídeo, a presidente do comitê disse que Jaraguá do Sul se preparou para combater o coronavírus, com reforço nos protocolos de saúde da rede pública, na estruturação de hospitais e no envolvimento de todos os setores representativos, além de ações para minimizar impactos em áreas econômicas, no apoio a empreendedores, com benefícios às camadas sociais mais vulneráveis e na manutenção de atividades na educação, ainda que de maneira limitada. Estas ações, segundo Emanuela, são ampliadas agora com um novo planejamento para as novas etapas do enfrentamento ao vírus, visando à sobrevivência econômica do município e a saúde das famílias.

Para isto, há um apelo para que todas as pessoas utilizem máscaras de proteção ao saírem de casa. “Não é um hábito comum, mas precisamos usar a máscara, e todo e qualquer atendimento público precisará deste recurso. Caberá a cada cidadão lavar as mãos, usar o álcool em gel e evitar as aglomerações, cuidar das pessoas mais vulneráveis, das crianças e dos idosos. Pode parecer simples, mas são atos que fazem toda a diferença para manter o comércio aberto e diminuir as restrições. São com estas mudanças de hábitos que voltaremos à normalidade de nossas vidas, do contrário, novas a duras restrições serão impostas a todos nós”, completa a presidente do comitê na mensagem.

O que foi anunciado no domingo, dia 12, pelo Governo do Estado – Decreto Estadual 554/2020

Liberado temporariamente, a partir de 13/04:

 Comércio de rua

– Hotéis, pousadas e afins (somente hospedagem, sem serviço de alimentação)

– Restaurantes que atendam na modalidade balcão

Restrições até 30/04:

 Transporte coletivo municipal, intermunicipais e interestaduais, transporte internacional e transporte com vans de fretamento para fins de turismo e lazer (público e privado)
 Shoppings centers, centros comerciais, bares, restaurantes, cafés e lanchonetes, galerias e locais com maior aglomeração de pessoas

Restrições até 31 de maio:

 Aulas presenciais em toda a rede pública e privada, de todas as modalidades

 Eventos e reuniões de qualquer natureza, como cursos presenciais, missas e cultos, academias, eventos esportivos e atividades com permanência de pessoas em espaços públicos, como cinema, teatro, shows, casas noturnas e similares, e locais de grande aglomeração como praias, parques públicos e privados.

Além dos setores anunciados neste sábado, seguem liberados (conforme anúncios anteriores do Governo do Estado):

  • Lojas de chocolate (no comércio de rua)
  • Cadeia automotiva
  • Concessionárias
  • Farmácias
  • Mercados
  • Construção civil
  • Profissionais autônomos e profissionais liberais
  • Salões de beleza e barbearias
  • Clínicas médicas, fisioterapias e serviços odontológicos

———-

>>> Em todas as atividades liberadas, o uso de máscaras de proteção é obrigatório a todas as pessoas que prestarem atendimento ao público, conforme portaria do Governo do Estado

>>> Como forma de orientação para o convívio responsável, o Governo do Estado publicou um guia que está disponível no site www.coronavirus.sc.gov.br

>>> Íntegra do Decreto Estadual 554/2020 – https://bit.ly/3ejwDnU

Fonte: Governo de SC